Aulas do Proerd iniciam em Pinhalzinho

Proerd tem dentre seus objetivos, prevenir o uso de drogas e fortalecer a autoestima das crianças

Imprensa do Povo
Foto: Isabel Müller/IMP

As aulas do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) de 2019 iniciaram nesta semana, em Pinhalzinho.

Na área de atuação do 2º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira mais de100.000 alunos já se formaram no PROERD, deste 4.100 alunos de Pinhalzinho já formados. Conforme dados do Proerd, a cada sete catarinenses, um já passou pelo Proerd.

O Proerd tem dentre seus objetivos, prevenir o uso de drogas e fortalecer a autoestima das crianças, tornando-as capazes de resistir à pressão para o uso de algum tipo de droga ou na prática de atos violentos e ensinando-as também a tomar decisões sábias que poderão ajuda-las no futuro.

Conforme o instrutor do Proerd, Erico Milani da Rocha, as drogas é um caminho sem volta, além de trazer prejuízo à família, o usuário traz prejuízos para sua saúde, para si mesmo, para sua convivência com os outros. "Também tem a questão da violência. Hoje todos são contra a violência, mas em muitas situações não evitam para que a violência não exista. Dirigir alcoolizado, correndo o risco de causar algum acidente e ferir alguém, isso também é violência, excluir pessoas do seu convívio, também não deixa de ser um tipo de violência, ou, até mesmo no trânsito, cometer irregularidade, que acabam deixando os demais usuários do trânsito irritados, isso é violência. No Proerd levamos essas orientações para ficarem longe das drogas e da violência", afirma.

As cinco escolas de Pinhalzinho que contam com turmas do 5º ano, terão aulas do Proerd. Cada turma tem uma aula por semana, são dez encontros levado conhecimento diferenciado em todas as lições. "Começamos, na primeira lição, a mostrar o caminho para que eles tomarem uma decisão segura e responsável, após vamos mostrando outras situações, como os efeitos do cigarro e do álcool que são o caminho para demais drogas", aponta Rocha.

O instrutor do Proerd orienta, quem puder evitar consumir bebida de álcool e o uso do tabaco, está com certeza preservando a si mesmo e quem está próximo de si, porque hoje atendem muitas ocorrências de 'Maria da Penha', onde o principal fator envolvido é a bebida de álcool, culminando em violência.


Imagens







https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina