Pinhalzinho sedia V Conferência Regional Segurança Alimentar e Nutricional

Conferência teve como palestra central o tema 'Vozes, Direitos e Fome'

Foto: Ascom/Prefeitura

Na terça-feira (17) Pinhalzinho foi sede da V Conferência Regional Segurança Alimentar e Nutricional da Região da Amosc, que teve como palestra central o tema 'Vozes, Direitos e Fome'. Posteriormente quatro eixos foram debatidos em grupos, elencadas as propostas e eleitos os delegados que levarão as mesmas para a conferência estadual.

A Conferência foi organizada pela Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina (Amosc), com apoio do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Pinhalzinho.

De acordo com a Assistente Social da Amosc, Marlete Bruschi Weschenfelder, para a realização da conferência foi formada uma comissão intersetorial envolvendo todas as políticas públicas envolvidas na segurança alimentar e nutricional nos municípios, composta pelas políticas de Assistência Social, Saúde, Educação e Agricultura. "Optamos em trazer essa conferência para Pinhalzinho porque a IV Conferência foi realizada no município envolvendo também outras associações de municípios, além disso, porque a realidade dos 20 municípios atendidos pela Amosc somente dois tem Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, sendo Chapecó e Pinhalzinho", destaca.

Conforme a secretária de Assistência Social, Ivone Orso, foi um momento de avaliação, de ver quais os avanços tivemos dentro da política de segurança alimentar e nutricional. "Essa política não se trata de ausência de alimentos, mas sim do alimento que nós consumimos, de como está à qualidade desse alimento, como está à produção dele, ou seja, toda a cadeia alimentar, desde a produção até chegar a nossa mesa. Foi um momento de avaliar não só o alimento, mas também a água que consumimos, que produzimos os nossos alimentos, como está essa qualidade e o que temos que fazer para melhorar tudo isso", aponta.

O secretário de Saúde, Elmo Zanchet, menciona que é preciso ter qualidade na alimentação, principalmente ao que se refere à saúde. "Hoje tem muitos enlatados, alimentos processados e isso nos traz uma preocupação muito grande", diz, agradecendo também a Amosc por sediar essa conferência no município e a todos que participaram.

Honorino Dalapossa, secretário de Agricultura, ressalta que o que é produzido na agricultura, é produzido com muita propriedade, conhecimento e dedicação por parte dos agricultores, que produzem alimentos de qualidade, que procuram reduzir cada vez mais o volume de agrotóxicos, com fertilizantes com menos carga mineral. "O precisamos nos desafiar é de como estamos tratando a questão água, pois os vegetais que produzimos, são com 80 a 99% de água, então precisamos ter qualidade, precisamos nos preocupar com o volume a ser produzido, mas temos que ter preocupação com a forma de produzir e com o que utilizamos para produzir".

Dez delegados foram eleitos, entre titulares e suplentes para representar a região da Amosc, na Conferência Estadual que ocorre dias 29 e 30 de outubro, em Florianópolis.


Imagens






https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina