Facebook jornal.png

Prefeito de Pinhalzinho avalia trabalhos realizados em 2018

11 Janeiro 2019 09:41:00

Planejamento sobre o novo ano também é citado

Foto: Arquivo

Ao iniciar um novo ano, é necessário avaliar o que se passou no ano anterior. Os trabalhos foram constantes para a Administração Municipal de Pinhalzinho, de modo que o prefeito, Mario Afonso Woitexen, fez uma avaliação sobre os trabalhos realizados e conquistas obtidas pela gestão no período, além de destacar metas para o planejamento deste ano.   

Fornecimento de água

O prefeito, no entanto, inicia falando sobre um fato que a administração resolveu com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), no município. "A Casan se instalou em Pinhalzinho em 1978, e então houve desapropriação de uma área de terra para se instalar na Linha Santa Lucia, e até ano passado, a família não havia recebido o valor acordado na época", explica o prefeito. Deste modo, ao tomar conhecimento sobre o caso, a administração cobrou a companhia, pois o prefeito cita que o fato gera um inconveniente muito grande ao município.

Em dezembro de 2018, desta forma, a administração concretizou com a companhia, e a Casan pagou a área para a família. "O município tem uma dívida muito grande com esta família. Há mais de 40 anos, ela cedeu espaço para que a Casan fornecesse água à todo o município. Agora, a área vai passar a ser escriturada para a Casan e nós vamos ter, com toda a certeza, um fornecimento de água de forma normal. Eu vejo que essa foi uma conquista muito grande", avalia Woitexen.

Melhorias na Efacip

Além disto, o prefeito também cita a construção de banheiros adequados com acessibilidade no Parque de Exposições da Efacip, que foi concluída no ano de 2018. "Nós não tínhamos uma estrutura de banheiros adequada ao tamanho, desde a construção do pavilhão, em 1982. Pinhalzinho tem um Centro de Eventos, onde são realizados a grande maioria dos nossos eventos e hoje podemos dizer que conseguimos concluir a obra", relata.

Construção e adequações em praças

Em relação à Praça do Lago, Woitexen afirma que em 2019 as adequações na obra devem estar concluídas. "A praça foi construída em 1998 e hoje temos a oportunidade de conclui-la, assim como o vice-prefeito, Darci Fiorini, havia sonhado e imaginado. Essa é uma obra de importância muito grande para a nossa cidade", afirma.

A construção do Parque Holaria, no entanto, trata-se de uma importante obra para o município que iniciou o investimento ainda em 2009, com a compra do terreno. "Foram cerca de R$ 2 milhões investidos e a população, até hoje, não pôde usufruir deste recurso", comenta o prefeito. Em 2017, a administração iniciou a construção do parque, que está quase concluído e deve ser entregue no início deste ano aos munícipes.

Além disto, a melhoria realizada nas praças municipais com espaço de lazer e novos brinquedos para as crianças, é uma forma de propiciar que as crianças tenham seus momentos de lazer com parques adequados e seguros.

Entrega de loteamento

Woitexen cita a conquista do Loteamento Boa Vista II, que foi entregue à 82 famílias no início do ano de 2018. "O loteamento havia iniciado em outra administração, comercializado à 82 famílias que já haviam pago mais de 60% do valor do seu lote, mas que ainda não tinham o loteamento", explica o prefeito, ao afirmar que o município, enfim, pagou a dívida com as 82 famílias.

Regularização fundiária

Da mesma forma, a administração, durante o período, trabalhou forte em cima de regularizações fundiárias, de modo a auxiliar pessoas que há muitos anos moram em determinados bairros do município, e ainda não possuem suas escrituras. "Tivemos um avanço significativo durante o ano de 2018, conseguimos resolver o Loteamento Kaminski, que já está com as escrituras encaminhadas ao cartório e devemos entregar no início deste ano. Também avançamos muito no Loteamento Hansen, já acertamos tudo com o loteador, e dentro de no máximo 12 meses, devem receber suas escrituras também", explica o prefeito.

A administração está próxima de entregar as escrituras, também, para as famílias do bairro Jardim Maria Terezinha. "Estas são obras que há muito tempo haviam sido prometidas para a população e nós estamos tendo a felicidade, o privilégio e o prazer de entregar", afirma o chefe do Executivo.

Construção de pontes e asfaltamento

Durante o ano de 2018, a administração conseguiu trabalhar e concluir seis pontes nos interiores do município. Tratam-se de pontes com infraestrutura adequada, "que com toda a certeza vão fazer com que o nosso interior receba cada vez mais investimentos por parte dos produtores, porque vai dar escoamento de produção. São obras de fundamental importância, para que, no futuro, independente do volume de chuva, não tenhamos mais transtornos nas nossas estradas", explica o prefeito. Além das pontes, também foi possível trocar muitos bueiros que eram comprometidos, como uma forma de garantir uma infraestrutura muito melhor nas estradas pinhalenses.

O asfaltamento da comunidade de Linha Riqueza também foi uma obra que estava pendente, iniciou no fim do ano de 2017 e foi concluída no início do ano de 2018.

Transporte coletivo

A implantação do transporte coletivo, por sua vez, trata-se de mais uma grande conquista para Pinhalzinho. "O município passa a ser visto pelas grandes empresas que querem se instalar aqui de forma diferente, porque possui o transporte coletivo. Além de que nós propiciamos à nossa população que não dispõe de veículo próprio para se locomover, que também tenha um transporte de baixo custo. Isso é um avanço muito grande para um município de 20 mil habitantes", destaca o prefeito.

Ampliação na Educação

Woitexen também destaca a ampliação nas escolas, que será possível a partir deste ano, com o ensino integral disponível para crianças de até 04 anos de idade. Até o ano de 2018, o sistema funcionava com crianças até os 03 anos e, segundo a administração, a meta é de muito trabalho para que, quem sabe, em 2020, o ensino integral possa se estender até crianças de 05 anos.

Controle de patrimônio público

O controle do patrimônio público municipal é de extrema importância para demonstrar o controle do governo sobre os bens públicos. "Quando assumimos a administração, não tínhamos os dados, tivemos que levantar todo esse estudo, que durou quase dois anos. No fim de dezembro, recebemos e enfim temos conhecimento de que Pinhalzinho possui um patrimônio em bens e imóveis, hoje, de mais de R$ 188 milhões. Nós queremos ter o nosso governo com muita honestidade, seriedade e transparência e o patrimônio do município é algo primordial para que possamos fazer isso", explica o prefeito.

Implantação de leis

Muito importante para o controle do município, foram criadas duas leis durante o ano que podem ser destacadas como importantes para Pinhalzinho. A Fundação da Cultura, desta forma, foi criada e teve a aprovação pela Câmara de Vereadores e deve marcar a cultura do município. "Hoje o município passa a ter um orçamento próprio, a cultura passa a ter a sua administração própria e pode fazer seus contratos de forma direta, assim como pode buscar recursos e fazer uma cultura de forma diferente", avalia o prefeito.

Outra lei de extrema importância, a partir de iniciativa dos vereadores, Clenio Razera e Silvana Batistti Bugnotto, a lei Raika foi sancionada e isenta o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), de pessoas do município que estão no tratamento de câncer. O projeto teve aprovação de 100% e visa contribuir e beneficiar, mesmo que de uma pequena forma, pessoas que sofrem com a doença.

Planejamento para 2019

Para este ano, o prefeito comenta que grandes obras estão previstas para serem realizadas. Assim como o asfalto nas Linhas São Paulo e Salete, ligando a ponte de União do Oeste, que iniciou no fim de 2018 e deve ser concluída no primeiro trimestre de 2019. "Trata-se de uma grande obra que vai trazer um desenvolvimento regional muito grande, porque liga um ponto ao outro, ou seja, ligamos Pinhalzinho a outro município".

A construção de novas creches também é citada, de modo que contribui para que a administração possa, efetivamente, levar o ensino integral até os 05 anos de idade. "É criando infraestrutura para dar condições às crianças e aos professores, que conseguimos fazer uma educação de qualidade. Estrutura, condições aos professores e às nossas crianças também", destaca o prefeito.

Outra grande meta para este ano é com relação ao saneamento básico, no tratamento de esgoto sanitário, principalmente na região central, onde o prefeito cita encontrar muitos problemas. Assim como o asfaltamento em diversos pontos da área urbana do município. "É visto que o Cidir (Consórcio Intermunicipal de Infraestrutura Viária), nosso consórcio da Usina de Asfalto, tinha muito compromisso com os municípios que pertencem ao consórcio, pois nos últimos anos o asfalto havia sido feito somente em Pinhalzinho, e estes municípios não estavam recebendo asfalto. Então, nós permitimos que durante o ano de 2018, os outros municípios pudessem ser asfaltados, para o Cidir cumprir com o que estava acordado e devendo aos municípios", explica o prefeito.

Em 2019, no entanto, o prefeito afirma que o asfaltamento em diversas áreas urbanas será feito, além de garantir que a gestão deve seguir da mesma forma. "Vamos fazer muito asfalto com toda a certeza, e vamos continuar com essa administração e gestão que estamos levando, porque temos resultados positivos desta forma", considera.







SOSDesaparecidos.fw.png


https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 2231 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina