Sul Brasil: alunos do município recebem aulas sobre arqueologia com a equipe da Arqueosul

Em outubro, os alunos irão a um sítio arqueológico realizar escavação

Ascom/Prefeitura
Foto: Rodrigo Kroth/Ascom Prefeitura

Os alunos do Núcleo Escolar Paulo Freire e São João Bosco receberam, na última semana, a equipe da Arqueosul - Arqueologia e Gestão do Patrimônio, para aulas sobre arqueologia pré-histórica, os povos antecedentes aos imigrantes. Os profissionais passaram aos alunos toda a história, para nos próximos dois meses realizarem oficinas e visita ao sítio arqueológico.

A equipe está desde fevereiro fazendo pesquisas na região sobre arqueologia, principalmente no sítio arqueológico, próximo a PCH Lambari, na linha Barrinha, divisa entre Sul Brasil e Jardinópolis. 

Durante os trabalhos de preparação e escavação dessa barragem, foram encontrados vestígios de fósseis, e a empresa Arqueosul é quem estuda esse material que foi encontrado. De acordo com a empresa, foram encontrados nove mil peças de vestígios arqueológicos. 

Com todo esse estudo realizado em cima deste material, e a descoberta desses fósseis, os profissionais visitam as escolas e levam o conhecimento obtido para dentro das salas de aulas. 

Também será feito com os alunos uma oficina de arqueologia, onde os alunos farão escavações, pinturas rupestres e cerâmica, com o objetivo de compreender como era a relação do homem com o tempo da época, 10 mil anos atrás. 

Em outubro os alunos irão até o sítio arqueológico, para estudar o local, compreender como foi a escavação e todo o trabalho realizado em cima deste processo, e em novembro acontece a oficia arqueológica. "O legal de estudar é se envolver na pesquisa, na ciência", destaca o professor mestre em história e historiador da Arqueosul, Carlos Paulo Matias.






https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina