Coluna do Prisco

Cláudio Prisco Paraíso

Homem-bomba
Em mais um desdobramento da Lava Jato ontem, um dos alvos foi o ex-diretor da Eletrobrás, o gaúcho Valter Cardeal. Ele foi conduzido coercitivamente (de forma não espontânea) para depor. Contra ele, também foram expedidos mandados de busca e apreensão.
Esta etapa das investigações concentra-se basicamente na construção da usina nuclear de Angra 3, no Rio de Janeiro. De acordo com a delação premiada do empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC, pelo menos R$ 30 milhões foram pagos em propina direcionada à campanha do PT em 2014, ano em que Dilma Rousseff prometeu mundo e fundos, reelegendo-se presidente da República.
Mas por que Valter Cardeal seria um homem-bomba? Porque ele é umbilicalmente ligado à presidente afastada!

Relação histórica
Quando ela assumiu a Secretaria de Energia do Rio Grande do Sul, seu amigo foi nomeado diretor da companhia estadual de energia. Com a vitória de Lula da Silva no começo dos anos 2000, Dilma assumiu o ministério das Minas e Energia. Evidentemente que levou com ela seu homem de confiança, Valter Cardeal.
Imagem e semelhança
Ainda de acordo com a delação de Pessoa, o cidadão em questão era chamado de “pessoa da Dilma” nos subterrâneos do poder. A ação da PF sobre Cardeal soterra definitivamente as tentativas de reversão do processo de impeachment no Senado.

Quase papa
Valter Cardeal escalou rapidamente a estrutura federal. Pilotou os conselhos de Furnas e da Eletronorte. Na sequência, chegou a ser presidente da Eletrobrás.


PP e PMDB
Em Criciúma, o PMDB aprovou a coligação com o PP de Márcio Búrigo, candidato à reeleição. O nome do Manda Brasa na majoritária será o de Acélio Casagrande. Chegou-se a ventilar que o PMDB poderia fechar com o PSDB, o que significaria um acordo, bastante improvável desde o início, entre Eduardo Moreira e Clésio Salvaro.

Freio de arrumação
O governo do Estado vai suspender a prática de doações que não consideram a cota-parte de 25% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias – ICMS. Essa foi a afirmação do secretário da Casa Civil, Nelson Serpa, mesmo reiterando que a ação era permitida por resolução do Conselho Nacional de Políticas Fazendárias – Confaz. Anúncio feito durante assembleia geral dos prefeitos, esta semana.


Em ascensão
Deputada Carmen Zanotto é hoje um dos expoentes do PPS no contexto nacional. Esta semana, ela foi escolhida para compor a equipe de vice-líderes do governo no Congresso Nacional. Na segunda-feira, ela e outros parlamentares do PPS se reuniram com Michel Temer para alinhar a atuação e fazer reivindicações ao presidente interino.


Contra a corrupção
A deputada federal Angela Albino (PCdoB) foi indicada para integrar a Comissão Especial da Câmara que analisará o pacote de medidas anticorrupção. A indicação foi encaminhada nesta terça-feira pelo líder Daniel Almeida (BA).


Dois meses
O deputado estadual Silvio Dreveck (PP) pediu licença por dois meses na Assembleia, a partir desta quarta-feira. Em seu lugar, assume o suplente Altair Silva, de Chapecó. Dreveck também é líder do governo Raimundo Colombo na Alesc, função que será exercida interinamente por José Nei Ascari.






https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina