Educação Criativa

Como inovar em tempos de crise?

Douglas Salvador

Inovar ou não inovar? Eis a questão... Todo empreendedor deve estar se perguntando, o que fazer para vender seu produto bem ou serviço, mesmo o país estando em tempos de recessão econômica? Eis que inovar pode ser a alternativa com os resultados mais interessantes para a situação econômica atual.
Segundo apontamentos de pesquisas a primeira atitude que vem na mente do empresário é cortar custos, não que seja uma atitude ruim de forma alguma quem sou eu para julgar, até porque quem conhece mais a empresa que o proprietário, porém o problema é quando a atitude de reduzir custos for a única tomada para se manter em atividade. É sabido que em tempos de crise o capital estrangeiro costuma adquirir ou pelo menos se interessar pela compra de empresas em situação precária, isso porque é empresas bem estabelecidas já passaram por várias crises inclusive em vários países, portanto já é de conhecimento dessas grandes empresas e empresários que em dado momento a situação econômica brasileira vai estabilizar e quando isso acontecer a empresa que foi adquirida vai poder dar retorno esperado.
Mas Douglas o que isso tem a ver com inovar? Eu diria que tudo.
Observaram a forma como os empresários estrangeiros estão visualizando a situação econômica atual, eles observam como uma oportunidade de negócio, claro você deve estar pensando que para eles é fácil ver como oportunidade pois estão em uma situação confortável, podem estar em uma situação confortável hoje mas suas empresas recentemente devem ter passado pela crise na Europa ou pela crise dos EUA ou pela crise do mercado chinês em fim a estabilidade não é um indicador interessante pois sabe-se que depois da calmaria vem o vendaval.
Pensando nisso é necessário diversificar as atividades bem como a forma de executar, hoje temos disponível várias alternativas de canais de distribuição de entrega de produtos e ou para melhorar a visibilidade da empresa. Se hoje o mercado para o qual você vende está estagnado porquê não tentar outra forma de vender o seu produto: agregar valor a um outro produto de outra empresa através de parcerias, o produto que possui pode ser exportado esse é um ótimo momento, ahh Douglas mas eu trabalho com prestação de serviço não vendo um produto, tudo bem mas já pensou que esse momento gera uma demanda enorme de pessoas buscando cursos e formações rápidas para se manter no emprego, que tal empacotar seu conhecimento e comercializar ele em plataformas online ou em cursos presenciais.
Enfim para toda pessoas chorando sempre existe alguém para vender o lenço estejam com a mente aberta e conectada a oportunidades. Steven Johnson diz em seu livro “De onde vem as boas ideias” que “O acaso favorece a mente conectado”.






https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina