Produtor da região aumenta área de milho

31 Outubro 2016 15:45:14

Marcos Niederle

O início do plantio na nossa região confirmou as tendências e mostra um aumento significativo na produção de milho. O movimento no campo continua intenso para finalizar o plantio, iniciar os tratamentos e fazer as aplicações de fertilizantes. Os primeiros levantamentos dão conta de aumento de área e também expectativa de um aumento de produtividade.
Em Santa Catarina, principalmente as cooperativas, buscaram incentivar os produtores rurais a voltar a semear milho. A valorização do cereal, devido à falta de produto no mercado na última safra e previsão de preços atrativos é o principal fator para que nesta safra 16/17, seja registrado um aumento na área plantada com a cultura em todo estado.
Na última semana a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca, divulgou a expectativa para a próxima safra, durante um encontro com as lideranças do setor. A previsão da secretaria é de que o estado produza na safra 16/17 em torno de 2,90 milhões de toneladas, um crescimento de 9,65% comparado ao ano anterior, mantendo o estado ainda como importador de milho devido ao consumo expressivo para produção de suínos, aves e leite.
Levantamento feito pelo departamento técnico da Cooper Itaipu aponta uma estimativa de crescimento na ordem de 25% na produção de milho na nossa região. A comercialização de sementes aponta para isso, houve um crescimento nas vendas e o mais importante, aumentou muito a procura por sementes de alta tecnologia.
Segundo o engenheiro agrônomo da Cooper Itaipu, Marcelo Salvatori, se o clima for favorável, teremos considerável aumento de produtividade.

“O produtor está investindo mais, usando sementes híbridas mais estáveis, tecnologias mais tolerantes a lagarta, o que lhe proporciona um manejo mais adequado e maior produtividade”, ressalta.
Marcelo ainda destaca que o investimento nas lavouras de milho esse ano está sendo maior. “O produtor está aplicando mais fertilizantes e provocando as plantas a atingir seu potencial de produtividade”.

O uso de fertilizantes especiais e específicos com micronutrientes já é realidade e deve tomar espaço cada vez maior dos fertilizantes normais usados a mais de 50 anos. As atenções agora se voltam para o desenvolvimento das lavouras, o produtor não pode descuidar do manejo para que as plantas atinjam seu potencial.
Até o início da semana, as informações do departamento técnico da Cooper Itaipu, são de que as lavouras estão se desenvolvendo dentro da normalidade e em melhores condições que a safra passada. As expectativas também se voltam para o clima, apesar dos meteorologistas apontarem um La niña fraco a moderado, já é notável que chove menos. Em algumas regiões do país as chuvas também já estão sendo irregulares, o que pode prejudicar as lavouras.







SOSDesaparecidos.fw.png


https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 2231 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina