Coluna do Grêmio

Tiago Wagner

Vamos de Brasileirão..

É bem verdade que o Campeonato Brasileiro está apenas começando, e que depois da Copa do Mundo é que o bicho vai pegar de verdade. Porem, quem quer disputar alguma coisa nesse campeonato precisa ficar na parte de cima da tabela, tentando se manter no máximo a três pontos do líder. Todo campeonato analisamos a quantidade de pontos que os nossos times deixam pelo caminho, em partidas que merecíamos a vitória. No caso, até o momento, levamos um gol no final contra o Botafogo, o que nos tirou um ponto. Empate ridículo contra o Atletico-PR e contra o inter, mais 4 pontos. Só aí já se somam 5 pontos, nem levando a partida contra o Paraná em consideração. Mas, o campeonato não é de lamentações, e sim de eficiência. Apesar do excepcional momento que vivemos, ainda não encontramos a melhor maneira de jogar o Brasileirão. Mesmo assim, nos últimos 3 ou 4 anos terminamos sempre entre os 4 primeiros. Seguimos trabalhando e com a certeza de que ainda temos muitas alegrias para esse ano.

Lesões e convocação...

Desculpa de coitado? Geromel, Cortez, Arthur, Michel, Everton, Jael, Hernane... nunca uma parada de Copa do Mundo foi tão importante. Aliás, foi sim, em 2014. Viva o Tigres.

Libertadores..

Campanha de Libertadores tem destas coisas, às vezes se ganha com paletó na cadeira e carimbo burocrático no serviço. Foi assim na vitória indispensável do Grêmio sobre o Defensor na Arena. Gol de fora da área de Luan, que jogou pouco. Grêmio dispersivo e mal escalado por Renato na teimosa, embora legítima, insistência com Maicossuel. Foi sair aos 9 minutos do segundo tempo. O gol veio com Lima em campo, mas a melhora foi discreta. Possivelmente jogasse melhor se começasse a partida, nunca saberemos. Primeiro do grupo, mas com evidente queda de desempenho, em parte explicável pelos desfalques importantes, noutra parte por erros e dispersão que nada têm a ver com as ausências de Everton e Arthur. No carimbo, Grêmio cumpriu sua obrigação.

ENCONTRE O ERRO NA FOTO ABAIXO: