Coluna Grêmio

Tiago Wagner

Agora o foco está todo em 2019. Tudo que vai ser feito até o término do ano será com um planejamento para o próximo ano. Jogadores serão testados, renovações feitas, rescisões deverão ser concluídas, ajustes devem ser analisados, e a classificação direta para a Libertadores 2019 deve ser assegurada. O ano de 2018 vem chagando ao fim, com 2 títulos, quartas de final da Copa do Brasil, Semi Final da Libertadores e várias promessas surgindo. Com a manutenção, seguindo de contratações de jogadores que venham para comprar a ideia de jogar com a camisa do Grêmio, teremos um time muito competitivo no próximo ano novamente.

Talentos e Promessas...

Para a Libertadores 2019, onde o Grêmio estará, ao que tudo indica, será preciso reforçar time e elenco, qualquer gremista sabe disso a começar pelo próprio presidente. Ao mesmo tempo, Renato Portaluppi ou quem seja o treinador terá que voltar olhos carinhosos para dois meninos feitos na base que estão pedindo passagem pela força de sua competência. Matheus Henrique e Jean Pyerre foram bem outra vez na vitória sobre o Atlético-MG. É uma dobradinha que funciona, características que se completam. Não me atreveria a dizer tão antecipadamente que o Grêmio pode enfrentar uma Libertadores com os dois no time titular. Ao mesmo tempo, tenho convicção de que um deles poderá, sim, estar entre os onze. Neste momento, quem mais me impressiona é Jean Pyerre. Além do bom porte físico, tem um passe diferente, drible na direção do gol e bate no gol de média distância. Se levar a sério a carreira, seu futuro é brilhante. Leia-se levar a sério a carreira se entregar às tarefas defensivas, não variar a intensidade dentro do jogo, cumprir função tática com entrega absoluta. Estou falando em 2019, mas pode ser que aconteça nesta temporada mesmo. O próximo jogo é em casa contra o Vasco, Jean Pyerre jogou o suficiente em Belo Horizonte para permanecer no time. Maicon volta com certeza. Pode ser que Renato opte por Matheus Henrique e não Jean Pyerre para ter mais ímpeto na marcação. O que parece certo é o avanço irreversível dos dois da base para aproveitamento de curto ou médio prazo. Ambos têm muito a evoluir, inclusive no reforço muscular. O essencial, entretanto, ninguém tira deles. Qualidade técnica deve ser primeiro quesito para alguém virar jogador de futebol.

SEGUEM AS CORNETAS PELO LADO DE LÁ, ENQUANTO ISSO PELO LADO DE CÁ, A GENTE SEGUE O LÍDER. NO MAIS, O CAMPEONATO ESTÁ QUASE ACABANDO E AINDA NÃO FOI RESPONDIDO A PERGUNTA DO NOSSO CAPITÃO MAICON..








https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina