Estado

Chuva provoca deslizamentos e bloqueio da Serra do Rio do Rastro em SC

Única ligação pavimentada entre o Sul de Santa Catarina e a Serra teve quatro quedas de barreiras no mesmo dia. Rodovia foi liberado após cerca de 11 horas interditada, mas Polícia Rodoviária segue monitorando local.

Residências foram alagadas em Praia Grande,SC, com chuva forte nesta terça
Foto: Foto: Defesa Civil municipal de Praia Grande/Divulgação

A SC-390 no trecho da Serra do Rio Rastro foi interditada após quatro quedas de barreiras provocadas pelo volume de chuva na região Sul catarinense desde o fim de semana. Ninguém se feriu. A interdição ocorreu na noite de terça-feira (9), juntamente o período que ela fica aberta aos motoristas por causa das obras que ocorrem no local. Após ficar cerca de 11 horas totalmente fechada, ela foi liberada, mas seguia sendo monitorada por haver risco de novos deslizamentos.

A SC-390 é única ligação pavimentada entre a Serra e o Sul do estado. O trânsito foi liberado por volta das 10h desta quarta-feira (9), segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv).

A Serra do Rio do Rastro está em obras justamente por causa das constantes quedas de barreiras no local há anos. No trecho, o trânsito tem fluído em horários alternados para que as equipes possam trabalhar.

Algumas vezes, carros foram atingidos por rochas e pessoas ficaram feridas como em julho de 2016 e outubro de 2017. A conclusão da revitalização da Serra está prevista para maio de 2021.

Agora, no local, segue a programação de Interdição da Serra no horário dos trabalhos de revitalização, entre 08h e 18h, mas a liberação de noite depende das condições do tempo.

A alternativa aos motoristas quando a Serra do Rio do Rastro estiver bloqueada é utilizar a BR-282, que liga a Serra à Grande Florianópolis.

Outra possibilidade é utilizar a Serra do Corvo Branco, que liga Urubici, na Serra, e Grão Pará, no Sul do estado, mas que, além de ser estreita e perigosa, não é pavimentada, segundo a PMRv. Inclusive, na terça o trânsito no local também chegou a ser interrompido após queda de uma rocha na estrada.

Durante a terça-feira ocorreram três quedas de barreiras na Serra, que vai de Bom Jardim da Serra, na Serra, até Orleans, no Sul. A PMRv manteve a fiscalização no local para garantir o fluxo do trânsito, mas na noite de terça-feira teve uma nova queda de barreira entre Lauro Mueller e Bom Jardim da Serra.

Como no local não há iluminação e havia o risco de novos deslizamentos, não foi feita a limpeza no local. Ainda de acordo com a PMRv, com a continuidade da chuva na região, ainda há riscos de novos deslizamentos e por isso não há previsão de liberar a rodovia.

Ainda no Sul do estado, a Serra da Rocinha estava bloqueada no início da manhã desta quarta (9) após queda de barreiras. O local também não é pavimentado, passa por obras é uma das ligações entre o Sul do estado e o Rio Grande do Sul.

A chuva forte alagou residências de Praia Grande, no Sul do estado, na madrugada de terça. Segundo a Defesa Civil estadual, 10 municípios do Sul de Santa Catarina tem riscos de deslizamentos. Outras 10 cidades também exigem atenção por causa do volume de chuva nas últimas horas.

De acordo com a Defesa Civil estadual, choveu 135 mm no município entre a madrugada de segunda e a manhã de terça. Além de Praia Grande, outras cidades no Sul tiveram alto volume de chuva em 24 horas, próximo do previsto para todo o mês de setembro, que fica entre 110mm a 130 mm, segundo o meteorologista da NSC, Leandro Puchalski.

Fonte: G1 Santa Catarina.






https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina