Educação

Ideb: SC passa meta nos anos iniciais, mas fica atrás no ensino médio e anos finais do fundamental

Índice leva em conta aprovação de alunos e desempenho nas provas de matemática e português.

Santa Catarina passou da meta esperada no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019 nos anos iniciais do ensino fundamental. Porém, o estado teve desempenho abaixo da projeção do Ministério da Educação (MEC) nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio. O Ideb 2019 foi divulgado pelo MEC nesta terça-feira (15).

O Ideb vai de 0 a 10 e leva em conta dois fatores: quantos alunos passam de ano e qual o desempenho deles em português e em matemática (entenda mais abaixo). Os índices são sempre calculados em três etapas da educação básica:

anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano);

anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano);

ensino médio.

Nos anos finais do ensino fundamental, houve uma leve queda no índice catarinense na comparação entre 2017 e 2019. Há três anos, ele era de 5,2. No passado, de 5,1. Apenas em 2011 o estado conseguiu ficar acima da meta. O objetivo para 2021 é chegar ao índice de 6,2.

Em relação ao ensino médio, até 2011 Santa Catarina teve desempenho acima da meta. Nos anos seguintes, houve queda. Porém, desde 2015 o estado tem melhorado, passando dos índices de 3,8 para 4,1 em 2017 e 4,2 em 2019. A meta para 2021 é 5,6.

Em 2011, Santa Catarina liderava na categoria no país. Naquela época, o Ideb do ensino médio era por amostragem, ou seja, apenas algumas escolas parcipavam. Desde 2017, passou a avaliar todas as escolas públicas.

O que é Ideb?

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é um indicador de qualidade do ensino fundamental e do ensino médio.

Foi criado em 2005 pelo MEC, que o divulga, desde então, a cada dois anos.

Como o Ideb é calculado?

O Ideb é um índice de 0 a 10, calculado com base em dois fatores:

índices de aprovação/reprovação dos alunos e de abandono dos estudos, medidos no Censo Escolar;

notas em provas de português e de matemática no Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica).

Para ter um bom Ideb, é preciso ter baixas taxas de reprovação e de abandono de estudos, além de resultados satisfatórios no Saeb. Essa avaliação é aplicada a cada dois anos, em algumas etapas escolares: 2º, 5º e 9º ano do ensino fundamental, e 3º ano do ensino médio.

Fonte: G1 Santa Catarina.






https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina