Polícia Militar prende autor de tentativa de homicídio na linha Anto Gorda, interior de Pinhalzinho

13 Março 2017 08:46:19

Homem é acusado de praticar tripla tentativa de homicídio contra a ex-esposa, ex-sogro e ex-sogra

IMP/PM/RCO
02.jpg
Foto: PM

A Polícia Militar (PM) cumpriu, na manhã de sábado (11), um mandado de prisão em desfavor de autor de tripla tentativa de homicídio. A Guarnição da PM de Pinhalzinho localizou e prendeu, no bairro Boa Vista, Jandir Kownaski, de 29 anos, o qual possui mandado de prisão ativo em seu desfavor emitido na sexta-feira (10). 
Ele é acusado de praticar tripla tentativa de homicídio contra a ex-esposa, ex-sogro e ex-sogra na linha Anta Gorda, interior de Pinhalzinho.  Depois de identificado, foi dada voz de prisão ao agente, e conduzido ao Hospital de Pinhalzinho para exame de corpo de delito e posteriormente para a Cadeia Pública de Maravilha, onde permanece à disposição da justiça.

RELEMBRE O CASO
Kownaski, de 27 anos, tentou matar a ex-companheira e sogros na manhã do dia 8 de março, na linha Anta Gorda, interior de Pinhalzinho. Ele tinha um relacionamento com Neide Werllin, de 22, e com a qual tinha uma filha de seis anos.
Segundo vizinhos, o relacionamento terminou há poucos dias e Jandir não aceitava a decisão da companheira. No dia da tentativa, ele chegou de táxi, desembarcou do veículo, arrombou uma das janelas e investiu contra Neide e desferiu vários golpes de faca ou facão. A arma do crime não foi encontrada.
Na sequência, Jandir investiu contra a sogra Geice Werllin, de 51 anos, que possivelmente tentou proteger a filha. Em seguida, também atacou o sogro, Aloísio Werllin, de 57 anos, lhe ferindo gravemente pelo corpo na cabeça e nos braços.
O acusado teria fugido se embrenhando numa mata que fica aos fundos da residência. O vizinho, Gabriel Message, de 72 anos, foi o primeiro a chegar no local ao ouvir gritos de socorro de Geice.
No local, segundo ele, encontrou a filha completamente ensanguentada e desmaiada. Depois foi informada pela mulher que o marido também estava ferido e teria fugido para o galpão, onde ele encontrou Aloisio com vários golpes de faca profundo na cabeça e na boca.
A Polícia Militar (PM) fez buscas na região, mas o suspeito não havia sido encontrado. Aloísio e Neide estavam em estado mais grave. Kownaski está preso na Cadeia Pública de Maravilha, após ser preso na manhã de sábado, pela Polícia Militar de Pinhalzinho.

Enquete

Quanto você pretende gastar com presentes neste fim de ano?

Até R$ 100,00
Até R$ 200,00
R$ 300,00 ou mais

Apresentar resultado





SOSDesaparecidos.fw.png


https://www.facebook.com/imprensa.povo/
nova logo marca.png

Rua João Pessoa, 2231 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina