Facebook jornal.png

Polícia Militar prende autor de tentativa de homicídio na linha Anto Gorda, interior de Pinhalzinho

13 Março 2017 08:46:19

Homem é acusado de praticar tripla tentativa de homicídio contra a ex-esposa, ex-sogro e ex-sogra

IMP/PM/RCO
02.jpg
Foto: PM

A Polícia Militar (PM) cumpriu, na manhã de sábado (11), um mandado de prisão em desfavor de autor de tripla tentativa de homicídio. A Guarnição da PM de Pinhalzinho localizou e prendeu, no bairro Boa Vista, Jandir Kownaski, de 29 anos, o qual possui mandado de prisão ativo em seu desfavor emitido na sexta-feira (10). 
Ele é acusado de praticar tripla tentativa de homicídio contra a ex-esposa, ex-sogro e ex-sogra na linha Anta Gorda, interior de Pinhalzinho.  Depois de identificado, foi dada voz de prisão ao agente, e conduzido ao Hospital de Pinhalzinho para exame de corpo de delito e posteriormente para a Cadeia Pública de Maravilha, onde permanece à disposição da justiça.

RELEMBRE O CASO
Kownaski, de 27 anos, tentou matar a ex-companheira e sogros na manhã do dia 8 de março, na linha Anta Gorda, interior de Pinhalzinho. Ele tinha um relacionamento com Neide Werllin, de 22, e com a qual tinha uma filha de seis anos.
Segundo vizinhos, o relacionamento terminou há poucos dias e Jandir não aceitava a decisão da companheira. No dia da tentativa, ele chegou de táxi, desembarcou do veículo, arrombou uma das janelas e investiu contra Neide e desferiu vários golpes de faca ou facão. A arma do crime não foi encontrada.
Na sequência, Jandir investiu contra a sogra Geice Werllin, de 51 anos, que possivelmente tentou proteger a filha. Em seguida, também atacou o sogro, Aloísio Werllin, de 57 anos, lhe ferindo gravemente pelo corpo na cabeça e nos braços.
O acusado teria fugido se embrenhando numa mata que fica aos fundos da residência. O vizinho, Gabriel Message, de 72 anos, foi o primeiro a chegar no local ao ouvir gritos de socorro de Geice.
No local, segundo ele, encontrou a filha completamente ensanguentada e desmaiada. Depois foi informada pela mulher que o marido também estava ferido e teria fugido para o galpão, onde ele encontrou Aloisio com vários golpes de faca profundo na cabeça e na boca.
A Polícia Militar (PM) fez buscas na região, mas o suspeito não havia sido encontrado. Aloísio e Neide estavam em estado mais grave. Kownaski está preso na Cadeia Pública de Maravilha, após ser preso na manhã de sábado, pela Polícia Militar de Pinhalzinho.





SOSDesaparecidos.fw.png


https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 2231 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina