Dive confirma 2.268 casos de dengue em Pinhalzinho

Boletim saiu na terça-feira (03)

Dive/SC
mosco-del-dengue.jpg

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC) divulga na terça-feira (03), o boletim n° 16 de Dengue, Zika e Chikungunya, com dados até a Semana Epidemiológica n° 17 (1 de janeiro a 30 de abril de 2016).

>>Dengue

No período de 1 de janeiro a 30 de abril de 2016 foram notificados 10.857 casos suspeitos de dengue em Santa Catarina. Desses, 3.664 (34%) foram confirmados (2.861 pelo critério laboratorial e 803 pelo critério clínico epidemiológico), 5.799 (53%) foram descartados por apresentarem resultado negativo para dengue e 1.394 (13%) casos suspeitos estão em investigação pelos municípios.

Do total de casos confirmados (3.664) até o momento, 3.361 (92%) são autóctones, com transmissão dentro de Santa Catarina, 231 (6%) são importados (transmissão fora do estado) e 72 (2%) estão aguardando definição do Local Provável de Infecção (LPI) (Tabela 1).

 

Tabela 1: Casos notificados de dengue, segundo classificação. Santa Catarina, 2016.

Classificação

Casos

%

Confirmados

3.664

34

        Autóctones

3.361

92

        Importados

231

6

        Em investigação de LPI

72

2

Descartados

5.799

53

Suspeitos

1.394

13

Total Notificados

10.857

100

Fonte: SINAN On-line (com informações até o dia 30/4/2016).

 

Até o momento, conforme informações sobre o Local Provável de Infecção (LPI) existem confirmação de transmissão autóctone de dengue em 24 municípios de Santa Catarina: Balneário Camboriú, Bom Jesus, Brusque, Caibi, Chapecó, Coronel Freitas, Descanso, Florianópolis, Guaraciaba, Guatambu, Itajaí, Joinville, Itapema, Itapoá, Maravilha, Modelo, Palmitos, Pinhalzinho, São José do Cedro, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Saudades, Serra Alta e Xanxerê (Tabela 2).

O município de Pinhalzinho apresenta, até o momento, o maior número de casos autóctones (2.268) no estado, com uma taxa de incidência de 12.130,9 casos por 100 mil habitantes. Além de Pinhalzinho, Serra Alta possui uma taxa de incidência de 4.347,8 casos por 100 mil habitantes, Bom Jesus 2.091,5 por 100 mil/hab, Coronel Freitas 1.401,8 por 100 mil/hab e Descanso 987,4 por 100 mil/hab. Nessa semana, o município de Modelo entrou no quadro de municípios em epidemia de dengue com 359,8 casos por 100 mil habitantes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) define o nível de transmissão epidêmico quando a taxa de incidência é maior de 300 casos de dengue por 100 mil habitantes.

Tabela 2: Casos autóctones de dengue segundo Local Provável de Infecção (LPI). Santa Catarina, 2016.

Municípios

Casos

%

Pinhalzinho

2268

67,5

Chapecó

474

14,1

Serra Alta

144

4,3

Coronel Freitas

143

4,3

Descanso

84

2,5

Bom Jesus

59

1,8

Itajaí

40

1,2

São Miguel do Oeste

34

1,0

Balneário Camboriú

24

0,7

Indeterminado

20

0,6

Modelo

15

0,4

Itapema

11

0,3

Saudades

9

0,3

Xanxerê

6

0,2

Maravilha

5

0,1

São José do Cedro

5

0,1

Caibi

4

0,2

Palmitos

3

0,1

São Lourenço do Oeste

3

0,1

Guaraciaba

3

0,1

Guatambu

2

0,1

Florianópolis

2

0,1

Itapoá

1

0,0

Joinville

1

0,0

Brusque

1

0,0

Total

3361

100

Fonte: SINAN On-line (com informações até o dia 30/4/2016).






https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina