Especialista de SC fala sobre procedimento que permite fazer diagnóstico e tratamento de doença ao mesmo tempo

Walmoli Gerber Junior, da Associação Catarinense de Tecnologia, fala sobre a Teranóstica, que consiste em uma fusão entre diagnóstico e terapia

Diretor da Acate explica procedimento que faz o diagnóstico e tratamento da doença ao mesmo tempo
Foto: NSC TV/Reprodução

De acordo com o diretor da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), Walmoli Gerber Junior, essa tecnologia, chamada de teranóstica, é uma fusão entre diagnóstico e terapia. 

"Hoje, você vai em um médico, ele pede um exame e, se você tem uma doença, você faz uma terapia. A medicina personalizada de alta tecnologia, a nanomedicina, conseguiu fazer uma fusão entre um diagnóstico e uma terapia. Quer dizer, se você for num hospital, você pode fazer os dois procedimentos na mesma situação, na mesma hora", explica.

Segundo Gerber Junior, a teranóstica começou com a iodoterapia, um procedimento no qual um material radioativo é injetado depois de um procedimento cirúrgico.

"Hoje, nós utilizamos tecnologias com ressonância magnética, ultrassom e nanotecnologia. Um exemplo bem revolucionário, que vem ganhando espaço na pesquisa e que logo vai estar no mercado, é uma nanopartícula que é injetada, vai em uma molécula alvo e nesta molécula ela se instala. Você entra com um pulso de raio X, que deposita uma energia nessa nanopartícula, que não deixa de ser uma pequena catraca afiada, que começa a rodar de forma bem aleatória dentro do câncer, e acaba estraçalhando ele", disse.






https://www.facebook.com/imprensa.povo/
Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina